CHAVE PIX: CADASTRO À VISTA

CHAVE PIX: CADASTRO À VISTA

2 de outubro de 2020 Off Por Fiserv

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

A partir de 5 de outubro, o cadastro da chave Pix estará liberado para empresas, saiba como serão as próximas etapas

O Pix é o tema do momento para empresas e instituições financeiras. Desde fevereiro de 2020, o Banco Central vem anunciando essa nova forma de pagamento e, agora, faltam poucos dias para as etapas práticas entrarem em ação. O Pix chega como uma revolução na forma de receber pagamentos, fazer transferências e diminuir os processos burocráticos em torno do tema pagamentos.

A partir do dia 5 de outubro, as instituições financeiras já estarão autorizadas a receber cadastros na Chave Pix, um identificador de conta que facilitará as transações em diversas relações comerciais. O Banco Central segue um cronograma de implementação que orienta sobre prazos e procedimentos.

Vamos começar a entender essa tendência desde o início.

O que é Chave Pix?

A Chave Pix é um identificador pessoal para realizar transações. Ela contará com dados que funcionarão como um documento de confirmação para que sua empresa receba os valores a cada transação, sem que seja necessário incluir todos os dados a cada recebimento.

Basta incluir os dados da chave e pronto! A transação será realizada com mais praticidade. O processo é simples, mas podem surgir muitas dúvidas em relação à prática diária das transações.

De acordo com o Banco Central, os dados de cada chave podem conter:


CNPJ/ CPF

– E-mail

– Número de celular

– Chave aleatória

Com isso, o número do seu CNPJ pode estar atrelado apenas a uma Chave Pix. Empresas podem ter até 20 chaves para cada conta de que forem titulares. Ou seja, em cada banco em que o CNPJ esteja atrelado, é possível ter 20 Chaves Pix.

Atenção para diferentes Chaves Pix em diferentes contas!

Empresas podem vincular suas Chaves Pix a diferentes contas, em diferentes instituições. No entanto, é indicado cadastrar dados únicos para cada uma das Chaves Pix, afinal não será possível usar o mesmo CNPJ para duas chaves distintas.

A indicação do Banco Central é, por exemplo, usar o número do celular para acessar uma conta, ter o CNPJ vinculado a outra conta e o e-mail para uma terceira chave. Dessa forma, cada Chave Pix será gerada para uma conta diferente. E, assim, os recebimentos serão direcionados ao lugar certo.

Fique atento: não é possível vincular uma mesma chave a mais de uma conta.

Quais dados estão atrelados à Chave Pix?

A Chave Pix detém os dados gerais das contas de pessoa jurídica, identificando cada informação para que os pagamentos sejam depositados na conta certa. Assim como nas transações realizadas hoje, as Chaves Pix terão os seguintes dados registrados em sua memória:

– Identificação da instituição financeira ou de pagamento
– Número da agência de sua empresa
– Número da conta e tipo de conta

O que é chave aleatória?

​A chave aleatória pode ser uma mão na roda para transações em que não se tenha à mão os dados da Chave Pix. Ela funciona como um token que valida a transação a partir de um conjunto de números e símbolos gerados de forma aleatória e automática. Por meio dela não é necessário oferecer nenhum dado ao realizar transações e, ainda assim, a identificação acontecerá gerando o recebimento de recursos.

A cada transação, o Banco Central gerará um código e com ele será possível realizar a transação de forma segura e rápida.

Como vincular as chaves da minha empresa ao banco?

Primeiramente, é preciso entrar em contato com a instituição em que a conta de sua empresa está ativa. Muitos bancos estão atualizando sites e aplicativos para orientar empresas a fazer seus cadastros, sendo possível já realizar pré-cadastros em alguns casos.

Para vincular a chave de sua empresa à instituição será necessário cumprir os seguintes passos:

  1. A instituição a que a conta PJ está vinculada deve lhe enviar um código.
  2. Insira o código no canal de acesso da instituição (aplicativo/site).
  3. Será necessário inserir uma senha, biometria ou reconhecimento facial (solicitada pela instituição) para autenticar o acesso.
  4. Confirme a posse da chave.
  5. Vincule a chave a uma conta.

O Banco Central deixa uma dica importante: “A confirmação não pode ser efetivada por contato telefônico nem por link enviado por meio de SMS ou por e-mail”. A confirmação é feita apenas via código.

Como funcionará o cadastro da Chave Pix na Software Express?


Para receber pagamentos via Pix , é necessário ter uma credencial, fornecida pelo PSP (prestador de serviços de pagamento).

Por se tratar de um dado que deve ser mantido em sigilo, os varejistas precisarão cadastrar sua credencial, emitida pelo banco domicílio (PSP recebedor), juntamente com a Chave Pix associada à sua conta, na plataforma da Software Express por meio do portal web.

Importante:
O SiTef deverá ser instalado no módulo CardSE e o lojista terá que habilitar, nas configurações do módulo, a aceitação do Pix após ter realizado o cadastramento das suas credenciais e Chave Pix no portal da Software Express.